Participamos de um clipe com a banda Abraskadabra e sobrevivemos pra contar a história

Postado por Lucas Schievenin em

Recentemente a banda Abraskadabra, com mais de 10 anos de muita história e agora parceira da Fuss Company, lançou um convite pelo Facebook: bora gravar um clipe?

 

 A descrição do evento dizia: 

“O negócio é o seguinte, vamos gravar um clipe para o CD novo em uma casa e decidimos chamar a galera que sempre nos apoia e comparece pra fazer parte. O tema é “festa” mesmo, portanto, é goró neles e curtir a noite.

Se tem alguém que esquecemos, alguém que você sabe que curte o som e não tá no grupo, nos avise que nós chamaremos (coloque o nome no mural)".

(Na foto da esquerda para direita, Japa, Du, Maka, Trosso, Mamão, Buga e JP, os integrantes da Abraskadabra)

Na lista de convidados, vários conhecidos nossos das rodas punks de Curitiba. Não conhecíamos a música, tão pouco sabíamos como seria a filmagem. 

Passado mais ou menos uma semana, a lista de confirmados para a "festa" já era grande, o guitarrista Eduardo de Almeida passou pelo evento e deixou um recado (longe de ser prévia do que aconteceria no dia): "Pessoal, a filmagem vai ser feita em uma casa próxima ao Parque Barigüi. Não se atrasem".

O endereço do local onde o clipe iria ser filmado só foi divulgado aos convidados um dia antes da gravação, em uma casa antiga, situada no bairro do Seminário. A mesma casa onde a banda se internou para a gravação do seu disco.

Chegado o dia da filmagem, lá estava a equipe de produção fechando os últimos detalhes do cenário, enquanto uma multidão começava a se formar do lado de fora da casa. As pessoas chegavam com seus coolers cheios, aumentavam as rodas e perguntavam com toda a sinceridade do mundo: "Mas que porra é essa que vai rolar aqui?".

 

E durante um dia inteiro, o que se via era mais ou menos isso: uma casa imensa, lotada de gente berrando. A galera tentava colaborar com as filmagens e ia ficando cada vez mais louca, afinal, estávamos lá pra isso. Entre uma tentativa de gravação e outra, alguém te lançava mais uma cerveja. E durante os intervalos das filmagens, você certamente acabaria trombando algum amigo que não via há tempos ou conheceria algum nóia que passaria o resto do dia cruzando seu caminho nos infinitos cômodos da casa. 

 

A movimentação no set era bastante peculiar, pessoas entravam e saiam. Rolava um clima de anarquia acolhedor. Além do que estava no roteiro, a casa não tinha muitas leis (aliás, valeu Jah por nenhum psicopata/ criminoso invadir o pico). E como ficava em um local afastado, mesmo depois das filmagens (que acabaram lá por meia-noite) ainda teve espaço pra rapaziada virar a noite fazendo som e trocando ideia.

 

(Nossa camiseta 'Dazed and Confused' marcou presença no clipe com o Eduardo de Almeida, guitarrista da banda)

O que restou desse dia foi basicamente: um gorfo verde-água em um quarto, restos de comida na cozinha, uma lata de Brahma adaptada como pipe - não tinham nem um puto de um cupom fiscal pra fazer o trampo - e esse clipe brilhantemente dirigido pelo Tiago Prestes.

 

Confira o resultado final do clipe se você quiser sentir um pouco dessa porradaria sonora!  

 

Aproveite e já conheça a nossa camiseta criada em parceria com a banda! Fica esperto, ela estará à venda em todos os shows da banda até que dure o estoque... ready, set, go! 

 

Você também vai curtir ler...

Fuss Entrevista: Lê Almeida

Fuss Entrevista: Lê Almeida

Leia mais

A arte hiper realista de @FernandoTravis

A arte hiper realista de @FernandoTravis

Leia mais

0 comentários

Deixe o seu comentário...